Ilha Conectada

4 03 2008

Ontem mandei pra Vera, nossa coordenadora de voluntariado e de captação de recursos, um esboço do projeto de blogs.

A idéia é conseguir notebooks para um projeto piloto com o módulo 2.

Palpitem no que iniciamos, por favor!

Ilha conectada

“A proficiência das pessoas para o uso da tecnologia da informação pode gerar a sinergia essencial par ao desenvolviemtno sustentado do país. Quantos gênios da informática não estão escondidos pela ignorância do apartheid digital no Brasil?”

Sergio Amadeu da Silveira, no livro Exclusão digital: a miséria na era da informação

“Se estudar, para nós, não fosse quase sempre um fardo, se ler não fosse uma obrigação amarga a cumprir, se, pelo contrário, estudar e ler fossem fontes de alegria e de prazer, de que resulta também o indispensável conhecimento com que nos movemos melhor no mundo, teríamos índices melhor reveladores da qualidade de nossa educação.”

Paulo Freire, no livro Professora sim, tia não. Cartas a quem ousa ensinar

Justificativa

Uma parceria entre o projeto social Ilha de Vera Cruz e a empresa tal torna viável o projeto-piloto Ilha Conectada, que pretende contribuir com a inclusão digital e a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Inclusão Digital

As principais atividades econômicas, governamentais e culturais de nossa sociedade são praticadas e divulgadas na rede mundial de computadores. Segundo o sociólogo Sergio Amadeu da Silveira, “Estar fora da rede é ficar fora dos principais fluxos de informação. Desconhecer seus procedimentos básicos é amargar a nova ignorância”.

A falta de acesso às novas tecnologias tende a ampliar o distanciamento entre ricos e pobres. O analfabetismo digital gera isolamento e agrava a condição de miséria de parte da população. Quem não souber reunir, processar e analisar informações ficará cada vez mais distante da produção do conhecimento. Para se obter um emprego, por exemplo, o domínio do computador é cada vez mais importante.

E além dos motivos econômicos e de empregabilidade, a defesa da inclusão digital é fundamental na conquista da cidadania. O direito inalienável à comunicação é garantido. E fiscalizar, cobrar e fazer propostas ao poder público fica mais fácil com as ferramentas interativas dos governos eletrônicos.

Educação

A necessidade de investimento na educação já é consenso no Brasil. A primeira etapa para combater a pobreza, desenvolver a economia e consolidar nossa democracia é promover formação de qualidade.

Melhorar os índices de educação é essencial para nosso desenvolvimento sustentável. Mas os números não podem ser mera formalidade, é necessário educar com qualidade, promovendo espiríto crítico e motivação para o aprendizado.

O desejo de utilizar o computador aumenta, sem dúvidas, a motivação para buscar conhecimento. E a possibilidade de consultar diversas fontes, em vez de confiar no material didático disponível desperta a criticidade em relação ao que é lido.

Objetivo Geral

Computadores conectados à internet, disponíveis na sala de aula, são um convite para a entrada na era digital. Além de disseminar o uso de ferramentas de processamento de textos, por exemplo, o acesso à rede permite pesquisas em diversas fontes e publicação do conhecimento produzido na escola.

Para muitos estudantes em idade adulta, a caligrafia é mais um obstáculo a ser superado na produção de textos. O uso do computador tira o foco do aluno para a parte motora, privilegiando o cuidado com a ortografia, as construções lingüística e a coerência textual.

As pesquisas propostas pelo professor também orientam a obtenção de conhecimento na enorme quantidade de informações disponíveis na internet. E esse aprendizado permite encontrar novos temas, despertar para novos interesses e dar vazão à criatividade.

O conhecimento gerado na interação professor/aluno/fontes de pesquisa pode estar disponível para outras pessoas. Em vez de o trabalho escolar ficar guardado com o autor, ele ganha a rede, provando que cada um é produtor de saber, aumentando a auto-estima do aluno e potencializando mais aprendizado.

Neste novo modelo, a educação estrapola os muros escolares. O aluno que sabe utilizar a rede, foca a pesquisa em temas de seu interesse fora da sala de aula, nos inúmeros pontos de acesso gratuito disponíveis da cidade (ver anexo).

Objetivo Específico

Utilizaremos notebooks como ferramenta para o ensino de Língua Portuguesa no projeto Ilha de Vera Cruz. Para testar as potencialidades e limitações nesta utilização, propomos um projeto-piloto, com nove alunos. Os resultados destes testes permitirão, em um segundo projeto, replicar o uso da ferramenta com outros estudantes.

Esperamos incluir digitalmente nosso alunos estimulando:

– comunicação via e-mail;

– comunicação via sites de relacionamento, como o Orkut;

– discussão em fóruns e comunidades online;

– utilização de serviços governamentais online como denúncias ao Ministério Público e consultas à previdência;

– pesquisa em buscadores como o Google e enciclopédias como a Wikipedia;

– pesquisa multimídia em sites como o Youtube, o Flickr e o Radar Cultura;

– publicação de textos em blogs individuais;

– publicação de verbetes na Wikipedia;

– publicação de conteúdo multimídia.

Contribuiremos com a educação formal dos estudantes, sob os seguintes aspectos:

– acesso a mais fontes de pesquisa;

-melhoria do texto escrito, por tirar a atenção da caligrafia, focando ortografia, coerência e estilística;

– produção de textos mais autorais, já que o professor não é o único leitor do texto;

– facilidade para o aprendizado de normas gramáticais, já que serão ensinadas com base na produção;

– interação entre o conhecimento adquirido em diversas disciplinas;

– estímulo ao trabalho em grupo;

Indicadores e formas de verificação

Pode-se avaliar os impactos do uso dos notebooks na educação e na inclusão digital dos estudantes de diversas maneiras:

– aplicação de questionários, antes e depois da experiência (ver anexo);

– quantidade de textos publicados;

– evolução na qualidades dos textos publicados (segundo parâmetros pedagógicos definidos pela escola);

– estatísticas de uso dos blogs;

– relatórios de aulas produzidos pelo professor.

Considerações Gerais

Projetos para a educação de crianças como o “Um Computador por Aluno”, do Ministério da Educação com instituições de ensino de todo o país, tem apontado para o uso da tecnologia como ferramenta eficaz na melhoria da educação. O projeto-piloto Ilha Conecta permite testar a utilização de computadores na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Como todas as etapas do projeto serão ricamente documentadas, com os resultados obtidos neste projeto-piloto, é possível definir uma proposta consolidada para o uso de notebooks em EJA. E o modelo poderá ser replicado em escolas de todo o país.

A empresa que invetir no projeto terá sua marca associada à educação, à inclusão digital, à sustentabilidade, à inovação e à responsabilidade social. Além de divulgar o projeto no próprio material institucional, a empresa poderá ter sua logomarca no site do Ilha de Vera Cruz e nos blogs dos estudantes. VERA, DÁ PRA FALAR EM DESCONTO EM IMPOSTOS?

ORÇAMENTO

computadores

pen-drives

seguro

conexão (contrapartida da escola)

recursos humanos

salas de aula

armário

ANEXOS

1. descrição do produto

– 900g

– tela de 7 polegadas

– rede local com e sem fio

– modem 56K

– 4 portas USB

– 3h de bateria
– 4GB de armazenamento flash
– leitor para flash cards externos

Fonte: http://br-linux.org/linux/analise-do-eee-pc-o-notebook-de-us-200-da-asus-com-linux

2. publicações do ilha
3. questionário

Anúncios

Acções

Information

9 responses

4 03 2008
maria alice
4 03 2008
maria alice

Muito legal, Bianca! Vamos lá!

Maria Alice

4 03 2008
Bianca

Obrigada, Maria Alice!
Força e sorte pra gente 🙂

beijos

5 03 2008
melissailha

Bianca, adorei o projeto! E, como não poderia deixar de notar, também adorei o seu texto, muito bem escrito!
Como anda a parte de organização, divulgação, captação do projeto?
Tenho certeza de que o Ilha Conectada (muito bom o nome!) vai decolar!!
Beijo,
Melissa

5 03 2008
Bianca

Ai, Melisa, que bom! Fico muito feliz por você ter gostado 🙂
O projeto está sendo finalizado pela Vera, que já está conversando com possíveis patrocinadores.
Assim que tiver mais notícias, escrevo.
muitos beijos

5 03 2008
Aline

Bia!
Muito bom, acho que esse e o caminho.
Ja senti, conversando comprofessores de EJA que eles nao sabem como usar os computadores de que muitas vezes dispoem pra trabalhar. Dizem que os alunos tem dificuldades, medo de quebrar e acamam por desistir de usar o comp. como recurso!
Esse projeto pode ajudar muito a educacao!!!
No que precisar, pode me procurar!
Bjs

5 03 2008
Bianca

Valeu, Nini!
(a Aline é uma amigona, terapeuta ocapacional de primeira. Olha o merchandise: http://alinegodoy.blogspot.com/)

5 04 2008
maridistella

Opa! Vim xeretar a estética wordpress e “achei” este projeto! Muito legal! Torço para que dê certo, Bi! Beijos

6 04 2008
biancasantana

Eeee!!! Obrigada, Mari! Muito bom ver vocês por aqui 🙂 beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: